Wednesday, March 10, 2010

O Frio na Barriga..

OK. Somos crescidos. Trabalhamos, pagamos contas, fazemos coisas erradas que só nós mesmos sabemos, mantemos os nossos segredos.
Quando amamos alguém, não importa se é de verdade ou não (aliás, o que é "de verdade" hoje em dia?), temos tudo o que pedimos, não queremos mais confusões amorosas. Ninguém gosta de confusões amorosas (mas não vivemos sem elas, é verdade).

Hoje somos homens de testosterona parcialmente controlada, não somos aquele tipo de homens que fala que comeu alguém só para contar vantagem, mas ao mesmo tempo, vangloriamo-nos do facto
para nós mesmos... Como uma espécie de masturbação mental singela.

Somos muito sentimentais, choramos em filmes! (é óbvio que não chorei no "Titanic", mas chorei ´pra caraças ao ver "A Espera de um Milagre", como um bebe, sozinho)
Sabemos ouvir uma mulher (porém, odiamos esperar que se arrume).

Falamos abertamente sobre sexo com elas, ou pelo menos, tentamos e, com muitas delas até o fazemos... O que nos leva ao título: o frio na barriga e o abismo.

O frio na barriga é a coisa mais importante e marcante na cabeça de um "gaijo" como eu.
Mesmo quando o relacionamento vai bem, mesmo quando a cama continua quente e o beijo ainda arrepia. É quase mágico ver alguém secar-te com um olhar. Viva o ego!
Podemos passar situações humilhantes quando queremos sentir o frio na barriga. Sermos rejeitados por alguém que achamos muito atraente.. ou até, por alguém que, não achamos tão atraente assim.


Só quero, realmente, o frio na barriga.. e ela É impiedosa!


Eu sei, somos homens fúteis, para que servirmos então?.. senão para nos questionar? A futilidade é só uma consequência, é só um momento da "sessão da tarde" do cérebro.
O que importa não é pensar só no futuro, dinheiro, se somos pessoas boas ou não, se fazemos caridade, se economizamos água, se entendemos filmes logo a meio. Esse tipo de coisas, que mantêm tudo junto, a funcionar certinho, eu odeio!!! Adoro crescer sem um plano rígido.. mas, adoro crescer a sério.. com objectivos.. o improviso a dois não tem preço.. cresce-se assim.. em conjunto, numa direcção única.


O Abismo mete medo sim.. mas ela vale tudo.

Quero só ser comum e normal, mas saber que alguém me acha a merda do Brad Pitt..

.. E o Abismo

8 comments:

Anonymous said...

mto mto confuso... andas a beber muita água não é? ;)

Anonymous said...

Bom...a minha mãe um dia disse que eras parecido com o Brad Pitt. Mas acho que não é isso que procuras.

Ahahahahah.

Bjs
K.

m@nel said...

haahah Kiki a tua mãe é a MAIOR!! :)

Anonymous said...

Adorei,e se valer a pena vai até ao fim por amor vale tudo,e se tiveres de te levantar de novo e recomeçar de novo vale a pena, e esse frio na barriguinha de um nenuco deve ser o máximo.Bjs e boa sorte amigo

Anonymous said...

Estás IN LOVE..........ehehehehehehe
Bjinho
Margarida

FUSCHIA said...

BORBOLETAS NA BARRIGA. LOV U

ana said...

...o frio na barriga costuma ser fome...atenção...ahahahh ;)

Anonymous said...

Adorei rapaz... não sou gaijo mas encontrei-me aí.

Beijos, a louira Isaura ;)